Espora FA entrevista João Vitor Queixada, ex-LB do Galo FA

Salve, salve, nação alvinegra!

A equipe do Galo FA retornou às atividades esta semana se preparando para o início da temporada na BFA Elite. A primeira batalha para a manutenção do título nacional está se aproximando e os jogadores mantém o foco nos treinamentos físicos e táticos para a estreia na competição.

Porém a equipe terá um enorme desfalque entre os atletas, já que o Linebacker João Vitor de Brito Camargo, conhecido como Queixada, anunciou sua aposentadoria após o Minas Bowl deste ano. Ele é o nosso entrevistado da semana, contando um pouco sua história no FA, os grandes momentos e sobre a vida pós-FA.

Foto: João Guilherme
Foto: João Guilherme

João, você nasceu em que cidade, qual sua idade e sua posição?

Contagem, 25, Linebacker

Como descobriu o Futebol Americano? Conte-nos sobre o início de sua carreira.

Conheci o futebol quando morei por 4 anos em Pouso Alegre, na época foi fundado o Gladiadores e eu participei dos primeiros treinos. Gostei muito do esporte, mas eu estava me preparando para competir na natação e acabei parando. Quando voltei para BH não nadava mais e descobri o Locomotiva, entrei no time de base, cresci lá dentro, posteriormente entrei para o projeto do Sada onde fomos invictos por três anos (invencibilidade que ainda não foi quebrada).

Foto: Lethy Guerra
Foto: Lethy Guerra

Quando decidiu jogar Futebol Americano, sua família lhe deu apoio?

É o famoso pagar para apanhar (Como dizia minha vó), no início era meio dividido a opinião, mas com o tempo foi total apoio. Quando eu levei a sério, logo depois de entrar para equipe adulta do Locomotiva não parei mais de buscar ser o melhor em campo.

Você é um dos atletas que estavam em campo na última derrota desta equipe no Minas Bowl de 2016, porém do lado oposto. Como foi o convite para integrar este elenco e o que te motivou a mudar de time?

Aquele foi um jogo fantástico, no maior palco de Minas, o Mineirão, felizmente sai com a vitória com o Locomotiva. Pessoalmente havia um desgaste muito grande no Locomotiva, pois nem todos os atletas eram comprometidos com a causa na época, estava acomodado e desmotivado. Surgiu a oportunidade de ir para o outro lado da lagoa e eu já havia notado na velocidade que aquele time estava evoluindo, era um projeto muito interessante, então apostei todas minhas fichas. Tenho uma gratidão enorme ao pessoal do Sada, já que fui bem recebido e acredito que conquistei meu espaço, respeito entre a diretoria e atletas.

Foto: Chiarini Jr
Foto: Chiarini Jr

Em sua vida de atleta a preparação física era intensa? Fale um pouco sobre seu treinamento.

Sempre treinei bastante, desde a época da natação. Porém não da forma correta, quando eu entendi a questão de periodização, recuperação, eu comecei a evoluir muito como atleta. Um atleta treina como atleta, você estará perdendo tempo se achar que para jogar futebol americano tem que fazer hipertrofia o ano todo. Cada posição no FA é quase uma modalidade diferente, que requer treinos diferentes.

Em sua carreira, qual foi o seu jogo mais especial?

Não dá para falar de um, mas pelo menos três: Mineirão (Locomotiva vs Eagles) 2016, Couto Pereira (Crocodiles vs Sada Cruzeiro) 2017 e Almeidão (Espectros vs Sada Galo) 2018

Foto: Tiago Munden
Foto: Tiago Munden

Qual partida você considera a mais difícil em toda sua carreira?

A partida contra o Curitiba Crocodiles no Couto Pereira foi a mais marcante, começamos perdendo e a defesa brilhou no final virando o jogo. Fortes Emoções.

O FA é um esporte de contato, e lesões acontecem. Você já teve alguma lesão grave?

Não tive lesões ligamentares e nem ossos quebrados graças a Deus.  Já tive estiramentos que me tiraram um tempo dos gramados, mas voltei firme e forte depois da recuperação.

Foto: Vinicius Secco
Foto: Vinicius Secco

Quais os títulos que conquistou em sua carreira?

Pelo Locomotiva tive 1 Estadual e pelo Sada Galo tive 3 Estaduais e 2 Nacionais.

Você anunciou sua aposentadoria do Futebol Americano. O que motivou a tomar esta decisão?

Hoje o futebol me cobra mais do que me dá, falando abertamente, eu conquistei tudo que queria, tem 3 anos que eu não perco uma partida, estamos no topo, e com adiamento da copa, possíveis objetivos que ainda me faltam que é seleção brasileira e uma oportunidade nos EUA estão cada vez mais distantes(E hoje eu não almejo isso). Eu tenho um outro sonho com minha profissão de desenvolvedor de jogos, chegou o meu momento. Como diz um companheiro de time: “Não vive não para tu ver”. Acho que a vida é isso, correr atrás dos seus objetivos/sonhos, realiza-los e descobrir nova paixões, se reinventar o tempo todo. Hoje eu não estou mais feliz/motivado em continuar no esporte, ele te cobra muito, da sua mente e principalmente do seu corpo. Só tenho de agradecer as pessoas que caminharam comigo, eu tenho MUITA história para contar!

Foto: Lethy Guerra
Foto: Lethy Guerra

Pretende assumir uma posição de coach no futuro?

Nunca dica nunca, gosto de ser coach, sempre tive envolvido com time júnior e time de base. Pode ser que isso aconteça, vai que bate uma saudade né?

O que você pode dizer sobre a preparação do Galo para a BFA? Quais times você considera que tem chance de título?

O que eu posso dizer é que NADA MUDOU, o time segue forte na conquista de mais um título nacional, o que acontece é que as equipes estão cada vez mais preparadas, inclusive o time do outro lado da lagoa, que conta com reforços americanos e uma boa energia. O que é ÓTIMO, jogo fácil não tem graça. TTT = Tempo ruim o Tempo Todo

Foto: Lethy Guerra
Foto: Lethy Guerra

Qual o seu time na NFL? E quem foi sua inspiração no FA?

Torço para o Dallas Cowboys, minha inspiração foi Demarcus Ware #94, o que me fez torcer para os Cowboys. Mas hoje gosto muito de outros atletas como Luke Kuenchly, Sean Lee, Leighton Vander Esch, entre outros.

João, deixe uma mensagem para os leitores do Espora FA.

A torcida é 12º jogador, é essencial a presença, o barulho, apoie o Sada Galo, tenho certeza que todos ali dão o máximo e querem a vitória a todo custo.  Acredite em nós! Vamos trazer glória para esse escudo!

Queixada, nós do Espora 13 agradecemos por todo o sangue, suor e dedicação dispensado por você utilizando o manto alvinegro. Também lhe desejamos muito sucesso em sua vida pós-FA.

Fonte: Instagram @galofamericano
Fonte: Instagram @galofamericano

Para finalizar, o Galo FA anunciou data, hora e local de estreia da equipe na BFA Elite. A partida contra o Tritões será realizada no dia 13 de julho a partir das 17 horas no SESC Venda Nova. Os ingressos já estão disponíveis para compra no Sympla (compre aqui seu ingresso), com valores de R$ 10,00 a Inteira e R$ 5,00 a Meia. Todos devem levar documento de identificação, e crianças só entram acompanhadas dos pais ou de seus responsáveis legais.

Um efusivo abraço e ESPORADA NELES GALO!!!

Um comentário em “Espora FA entrevista João Vitor Queixada, ex-LB do Galo FA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *